Fundação João Fernandes da Cunha - Eventos Culturais, Biblioteca, Centro turístico - Salvador Bahia
contatos
Tel: (71) 3329-1016
(71) 3328-0522
Fax: (71) 3328-3168
e-mail: fundjfc@hotmail.com / fundbibli@hotmail.com
Fundação João Fernandes da Cunha

Fundação
João Fernandes da Cunha

Fundação João Fernandes da Cunha - Biblioteca

conheça aBiblioteca João Fernandes da Cunha

Fundação João Fernandes da Cunha - Visita

venha nos visitarFundação João Fernandes da Cunha

rss fundação joão fernandes da cunha

/ Notícias

Postada em: 1/8/2018

Artes diversas no Palacete, em Salvador

Exposições ficam de 15 de Agosto a 23 de Setembro de 2018.

 

SEGUNDO TEMPO 

ARTE EM TECIDO, ESCULTURA, INSTALAÇÃO, FOTOGRAFIA, PINTURA E POESIA -

De 15 de Agosto a 23 de Setembro de 2018 - abertura dia 14 de Agosto às 19hs -

SALA CONTEMPORÂNEA MÁRIO CRAVO JÚNIOR DO PALACETE DAS ARTES – MUSEU RODIN

 

Bruno Visco, Chico Mazzoni, Clara Fernandes, Elisa Galeffi e Goya Lopes há 38 anos, ou seja, em 1980, enquanto estudavam em Florença, na Itália, além de se tornarem grandes amigos, realizaram a exposição  “TEMPO - Cinque Brasiliani si Encontrano e Mostrano”, na Casa Dello Student di Firenze. Agora, celebrando a amizade e a trajetória pela arte como criadores consagrados, eles se reúnem novamente e de 15 de agosto a 23 de setembro (com abertura em 14 de agosto, às 19h) realizam a mostra “Segundo Tempo”, onde expõem arte em tecido, esculturas, fotografias, pinturas, instalação e poesia na Sala Contemporânea Mário Cravo Júnior do Palacete das Artes (Muesu Rodin).

 

Na mostra “Tempo - Cinque Brasiliani si Encontrano e Mostrano”, em 1980, cada um dos artistas reuniu o que tinha produzido de melhor naqueles anos italianos e  montou a exposição: Bruno Visco com suas telas em tinta acrílica, Chico Mazzoni com seus desenhos a lápis pastel, Clara Fernandes com desenhos em técnica mista e colagens, Elisa Galeffi com suas máscaras tridimensionais e Maria (Goya) Lopes com suas lito grafias e desenhos.

Depois daquela mostra os artistas voltaram para o Brasil e cada um desenvolveu uma carreira em arte: Bruno dedicando-se à fotografia e à poesia, Chico voltado primeiramente para o desenho e depois para a pintura, Clara aprofundando sua pesquisa em escultura e em outros suportes tridimensionais, Elisa desenhando e produzindo seus objetos e, mais recentemente, fotografia, Goya fazendo design e arte em tecidos que viriam a ser conhecidos internacionalmente. Mas nunca perderam o contato, trocando continuamente experiências e afetos.

Com  a ideia de se reencontrarem e mostrarem a  produção atual, 38 anos depois, os artistas montam agora, em 2018, a mostra SEGUNDO TEMPO, confrontando, neste reencontro, suas atuais produções em arte  : Bruno Visco com a fotografia e a poesia, Chico Mazzoni, com a pintura, Clara Fernandes vindo de Sampa com suas esculturas e outros objetos tridimensionais, Elisa Galeffi, vinda do Rio, com fotografias de suas instalações, composições em caixas acrílicas e desenho sobre fotografias e Goya Lopes, obviamente, com sua premiadíssima arte em tecidos.

 

A fala de cada um:

 

“Somos um grupo dissipado pelos caminhos e escolhas que conseguimos agarrar; moramos em cidades diferentes, realidades também.
Está reaproximação é um chamado para celebrações com propósitos diversos. Um deles é querer dividir com o público neste espaço da arte para que ela sempre permaneça e faça parte da evolução das pessoas no entendimento da alma humana em suas diferentes formas de expressão.


Essa mostra afirma que o tempo não passou, assim nas entrelinhas, somos os mesmos nos nossos objetivos, sempre, pensando na arte; é o que nos une e nos torna iguais; somos uma só pessoa quando pensamos igual.


Esse é o nosso legado. Alguns gostarão, outros não; importante é despertar amor e ódio, atração e repulsa, porque somos assim, essa é a nossa natureza, essa é a nossa união, essa é a nossa amizade, esse foi o kit  nosso tempo, esse é o nosso segundo tempo e a nossa chance de sermos melhores cidadãos emergidos dessa mistura étnica cultural”. Bruno Visco

 

"1980 - Éramos 5 ilustres brasileiros desconhecidos, vivendo há 2 anos na Itália para fazer pós graduação, com um irresistível pendor para as artes. Sonhamos em mostrar nossos trabalhos e realizamos nossa exposição europeia, em Florença.

2018 - Somos 5 ilustres brasileiros, já nem tão desconhecidos, vivendo há 38 anos no Brasil, fazendo arte sem parar. Sonhamos em nos encontramos na Bahia para celebrar nossa amizade e mostrar o que a gente vem fazendo e assim o faremos porque o tempo não para mas os artistas não acreditam no tempo..."  Chico Mazzoni

 

"Em 1980 Tivemos 1 encontro Mágico em Firenze onde nos conhecemos, estudamos e expusemos juntos na plenitude da nossa deliciosa juventude. Muita energia criativa e todo 1 futuro pela frente. E agora nos reencontramos com muito amor e respeito pela bela trajetória artística de cada um.Segundo tempo é o tempo de colher os frutos maduros com a certeza q nosso caminho sempre foi o das artes."  Maria Clara Fernandes

 

"Com certeza, Chico Mazzoni estava muito inspirado quando teve a ideia de reunir, pela segunda vez numa mostra, os cinco amigos artistas, após longos 38 anos.Sinto-me pousada numa cauda de um cometa, pois eventos como esse “passam” raramente em nossas vidas.Só tenho a agradecer pela oportunidade de construirmos juntos este projeto, que mostra como a Itália influenciou a nossa arte.

Hoje, tendo cada um trilhado seu próprio caminho, continuamos com a certeza de que vale a pena seguir a vocação artística, que nos aproximou e que continua a nos impulsionar. Mais que uma mostra, Segundo   coletiva que nos marcou e que nos une para sempre."  Elisa Galeffi

 

“A exposição de 1980 foi um momento nosso de pensar o tempo criativo vivenciado na Itália. Tempo cheio de experiências que marcaram para sempre as nossas vidas. Tempo, tempo, tempo, tempo. Após 38 anos estamos os  5 construindo um novo momento das nossas conquistas e certeza de que a criação artística sempre foi e será a nossa real natureza. A exposição SEGUNDO TEMPO celebra nossa amizade cada vez mais unida e cheia de vitalidade ao mesmo tempo que apresenta criações artísticas da nossa trajetória.” Goya Lopes

 

 

Assessoria de Imprensa Goya Lopes – Doris Pinheiro – 71 98896-5016

Assessoria de imprensa Palacete das Artes – Cleide Sales – 71 99974-5858

Criação de Sites - Allan Carvalho
Fundação João Fernandes da Cunha
Largo do Campo Grande n° 8 – Campo Grande – CEP 40.080-121 – Salvador – Bahia – Brasil
Telefone: (71) 3328-0522 – 3329-1016 / Fax: (71) 3328-3168
E-mail: fundjfc@hotmail.com / fundbibli@hotmail.com